Conhecido como "o poeta da paz", André Gandolfo é um livre pensador. Também é músico, escritor, fotógrafo e palestrante.

Graduado em Letras, é autor dos livros: Delitos Poéticos (2012), A Dança do Mundo (2014), Iluminar (2016), Eu me chamo Poesia (2017), Ubuntu (2018), Florescer (2019) e Laboratório (2019).

Já se apresentou nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Rio de Janeiro. Percorrendo, deste modo, mais de 80 cidades brasileiras e emocionando um público total de mais de 25.000 pessoas pelo país.

Com diversos cursos ligados à educação, como Psicologia, Música, Contação de histórias, leva ao público o Workshow, que já foi apresentado em escolas, teatros, prefeituras, secretarias de educação, saúde e assistência social, instituições filantrópicas e universidades, totalizando mais de 500 apresentações.

Apresenta o projeto Contar e Cantar, diálogo musical com contação de histórias voltado exclusivamente ao público infantil. Em seu primeiro ano, o projeto já colheu sorrisos de mais de 7 mil crianças.

Criou e dirige o projeto Grupo Vocal Nós e Voz. A atividade está presente em quatro municípios no noroeste paulista e cujos ensaios culminam na realização de um espetáculo natalino. Com o projeto, André já levou mais de 200 crianças a serem as estrelas no palco.

Foi nomeado acadêmico vitalício, na cadeira nº 81, da Academia Nacional de Letras do Portal do Poeta Brasileiro, instituição que é reconhecida pela UNESCO.

Sendo assim, o real intento de seu trabalho é a busca constante por oferecer para todas as pessoas momentos de grandeza emocional, sabedoria e luminescência humana.